quinta-feira, junho 04, 2009

Assombro

Foto: Maria Antonia Demasi



















A casa é um espanto.
Casa do espanto.
Declaradamente espantada.

Quem está preso é livre para ver quem está fora.
Quem está fora é convidado a permanecer assim. Fora.

Grades. Oito. Pretas.
Portas de ferro. Duas. Pretas.
Laje suspensa.

Um cachorro. Preto.
Um galo cantando. Fora de hora.

Uma trepadeira de chuchu. Verde.
De costas para o mundo.
Camuflagem do muro azul.

Mais um portão. Preto.
Outro enorme. Definitivo. Preto.

E tem mais.

Um velho pai que chega à casa do espanto.
Uma velha filha que o recebe.
Uma jovem acompanhante que sentencia.
Ele está morrendo.

Espantados.
Voltam todos pra prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...