sexta-feira, junho 19, 2009

Coisa de criança

Foto: Maria Antonia Demasi



















Levou o menino de cinco anos pra escola.
Comprou detergente.
Tá indo faxinar a casa.
Uma dona de casa?
Não. Uma menina de nove anos.

Esbarra no menino que vinha das compras.
Fala oi pra quem cuida de um bebê.
Todos eles brincam com trabalho.
Todos machucados.

Zona Norte de São Paulo.
Conjunto de micro apartamentos. Cingapura.
Vizinho colado: favela com esgoto a céu aberto.
Brincadeira segura por aqui, é dentro de casa.

De boneca.
De carrinho de lata.
Ou até de pipa.
Solta pela janela.

Carinhas vão surgindo.
Uma, outra, mais uma.
Carinhas atrás das grades.
Emolduradas.

Reféns da vida dura.
Apertados nos apertamentos.
Que saco de vida.
Feita pra durar até crescerem.

Longe do cheiro do posto de reciclagem.
Que cheira mal.
Que vaza sujeira pra fora dos limites dos portões.
Que deixa água podre escorrer pela sarjeta.

Medo escondido.
Toque de recolher.
Tráfico de drogas.
Gente pequena levando vida aprisionada de gente grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...