segunda-feira, março 08, 2010

Sobressalto Russo

Foto: Maria Antonia Demasi

A casa inteira estava na penumbra. Para os que não aceitam tal descrição, posso apenas adiantar que a luz que insistia em aparecer era amarela.
A mesa da sala de jantar era o único móvel que podia ser visto em sua inteireza. O resto era sombra. E sombras como bem sabem não se sustentam. Não suportam ser descritas.
Em cima da mesa, uma fruteira de madeira. Cheia de frutas. Apenas frutas. As sei sem as saber.
Por isso, quando acordei, só pude ver João. Pálido. Amarelo. Só ele aparecia em meio ao indistinguível. Ainda assim, saber que ele está, tira-me do sobressalto da lembrança de que João é um melão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...